A EXPERIÊNCIA DA PROTEÇÃO

Escrito por Pr. André Anéas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na vida temos desafios inúmeros. Durante a caminhada nos sentimos amedrontados, inseguros e vulneráveis frente as contingências da existência. Muitas são as possibilidades de nos ferirmos no meio do caminho. Sabendo disso o salmista descreve um tipo de cuidado que o Eterno desprende sobre aquele que tem no Senhor a sua confiança: a experiência da proteção

Longe de significar ausência de problemas ou da dor, a proteção divina é sobre nós em meios aos problemas e realidade difíceis da vida. Os “montes”, altos e imensos diante de nós não desaparecem. Nos deparamos com esses gigantes cotidianamente. Entretanto, o socorro protetivo do Altíssimo é maior do que os altos montes que nos afligem. Deus é aquele que fez céus e terra, sendo, pois, superior as grandes montanhas. De alguma maneira sabemos que sempre podemos crer na proteção divina, uma vez que Ele é superior e maior que qualquer problema ou dificuldade. Uma segunda faceta da proteção divina é que a sua proteção envolve um tipo de cuidado que nos ajuda na caminhada, para não “tropeçarmos” na jornada da vida. 

Como protetor, o Eterno é aquele que mantém alerta os seus filhos e filhas. A sabedoria divina está sempre disponível como fonte inesgotável de conhecimento para o humano discernir armadilhas e caminhos ruins da existência humana. Como fonte de sabedoria, Deus cuida de nós nos capacitando para estarmos sempre em alerta diante da maldade, inclusive a nossa. O Eterno é aquele que nos protege também daquilo que não temos como conter ou nos precaver. Sua sombra soberana é sobre nós, nos guardando daquilo que não podemos nos guardar. Tanto as queimaduras do sol como o entorpecimento da lua serão contidos pela experiência protetora do Pai que nos protege e preserva a nossa vida e existência. A proteção do Eterno envolve também a certeza de que aquele que é por nós não é autor do mal e do pecado, mas fonte do bem e da justiça. Sabemos que no que depender da vontade dEle a maldade não nos atingirá e nEle teremos sempre a possibilidade de uma vida plena, em abundância.

Por fim, o Eterno nos promete uma proteção atemporal, que envolve nossa saída e entrada, desde agora e para sempre. Não há limite de tempo para a sua proteção. Seja na inocência da infância ou em idade avançada, a boa mão protetora daquele que É, será sobre o humano, lhe preservando e protegendo a vida gratuitamente.

Rolar para cima